Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

img-prog-falecast
No comando: Falecast

Das as

EM TARDE DE LANCES POLÊMICOS, O GALO BATE O TIMÃO NO HORTO

Compartilhe:
Foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press

(Foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)

Em tarde de lances polêmicos, Galo bate Timão no Horto

Arbitragem foi criticada por anulação de gol de Róger Guedes

Por Bruno Amoreli

O Atlético recebeu o Corinthians no Estádio Independência neste domingo diante de um bom público e não deu mole para o até então líder do campeonato. O jogo foi muito pegado, com as duas equipes ocupando bastante espaço no meio do campo. O grande número de jogadores neste setor deixou o jogo bem amarrado. O técnico da seleção, Tite, esteve presente ao Independência para ver a partida.

Logo no começo do jogo, teve uma má notícia: Fágner sentiu uma lesão muscular e deixou o gramado para entrada de Mantuan. O Galo controlou mais o jogo, teve mais a posse e criou as chances mais perigosas com Otero, que chegou a carimbar o travessão de Cássio em cobrança de falta.
Aos 37 minutos do primeiro tempo, a primeira polêmica do jogo. Otero bateu escanteio da direita, a bola foi desviada pela zaga corintiana e Ricardo Oliveira desviou. A bola bate na trave e sobra para Roger Guedes mandar pro fundo das redes paulistas. O árbitro Dewson de Freitas valida o gol, mas é alertado pelo bandeirinha Wasley Couto Leão de que Ricardo Oliveira desviara a bola com a mão, e anula o gol, marcando falta para o Corinthians, em lance que gerou bastante reclamação.
Arbitragem anula gol de Ricardo Oliveira após toque de mão (Foto: Premiere FC/Reprodução) Arbitragem anula gol de Ricardo Oliveira após toque de mão (Foto: Premiere FC/Reprodução)
O primeiro tempo termina empatado. O Corinthians muda logo no início do segundo tempo, colocando Émerson Sheik no lugar de Clayson, em tentativa de Fábio Carille de dar mais profundidade e deixar o time mais incisivo.
O jogo seguiu truncado, com as duas equipes tentando em chutes de longe. O Galo tinha mais posse de bola e passou a ameaçar mais a partir da metade da etapa complementar. Roger Guedes e Otero eram os que mais ameaçavam. Thiago Larghi colocou Elias no Lugar de Bremer e mandou o time para frente. Carille colocou Marquinhos Gabriel em lugar de Rodriguinho, muito marcado.
Aos 41, Patric cruzou da linha de fundo e Roger Guedes disputou pelo auto com Mantuan e mandou pro fundo do gol. Era o gol da vitória da atleticana, que deu ao Galo a terceira colocação no campeonato, perdendo para o Corinthians no saldo de gols.
(Foto: www.atletico.com.br) (Foto: www.atletico.com.br)
No meio de semana, o Corinthians recebe o Independiente pela Copa Libertadores na quarta, às 21:45, enquanto o Atlético recebe a Chapecoense pela Copa do Brasil, às 19:30, no Independência.

Ficha Técnica:

Atlético: Victor; Patric, Bremer (Alerrandro), Gabriel e Fábio Santos; Adilson; Otero, Gustavo Blanco (Matheus Galdezani), Luan (Elias) e Róger Guedes; Ricardo Oliveira. T: Thiago Larghi

Corinthians: Cássio, Fagner (Mantuan), Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon; Romero, Mateus Vital, Rodriguinho (Marquinhos Gabriel) e Clayson (Emerson Sheik). T: Fábio Carille.

Estádio Independência – Belo Horizonte/MG. Público: 19.825

Deixe seu comentário:

Curta nossa página no Facebook